19 de mai de 2010

O Retorno Esperado e Uma Pesquisa de Mente e Pênis


Olá, caros amigos.

Nossa. Parece que passou um século que eu não escrevo para o “Aleatoriamente, Rom”. Dentre as coisas que eu estava fazendo nesses tempos estão as matérias que eu fiz para “A Vida Secreta” a qual hoje faço parte desse time com figuras ilustres do meio safadístico da internet.

O Dr. Rom começou a se chegar em dois textos no AVS; o “E aí, foi bom para você?” e “Por que homens gostam tanto de pornografia?” foram para mim grandes aprendizados, até mesmo porque nunca tinha pensado sobre os assuntos em questão.

Algumas pessoas podem achar que eu abandonei (novamente) o “Aleatoriamente, Rom”, mas o que estava acontecendo é que devido a vários problemas pessoais, simplesmente precisava de um tempo sem pensar em nada relativo a mim. Mas com o passar do tempo as coisas começaram a se organizar.

E com a organização da minha vida se aproximando mais e mais, muitas coisas mudarão. A primeira dela é não ser mais conhecido pela alcunha de Dr. Rom, não como um estudante da área biomédica, até porque não tem mais lógica seguir assim, tendo em vista que não faço mais fisioterapia.

As outras mudanças aparecerão com o tempo, falou? Até porque eu já falei pataquadas demais. Vamos ao que interessa?

Sabe aquela máxima que diz que o homem quando tem uma ereção, pensa com a cabeça de baixo e esquece a de cima? Pois bem, de acordo com uma pesquisa realizada com mais de 4,4 mil pessoas (2,5 mil mulheres e 1,9 mil homens) diz completamente o contrario.

Conforme o resultado da pesquisa, homens estimulados mentalmente apresentavam uma reação física bastante visível, se é que me entendem. A pesquisa não alcançou o mesmo resultado nas mulheres, tendo com base para esses resultados a questão cultural (tabus) e timidez.

Mas isso não necessariamente diz que os homens conseguem usar a cabeça de cima quando a de baixo fala mais alto. Na pesquisa não diz nada sobre a testosterona não enlouquecer o homem. Mas da próxima vez que disserem que não conseguimos unir nossas mentes com os nossos pênis leiam essa matéria e vejam também a pesquisa.

E é isso pessoal! Em breve estarei de volta.