30 de jun de 2009

Agradecimento

Apenas gostaria de agradecer a todas as pessoas que estiveram nessa terça-feira, dia 30 de junho, no Espaço de Cultura Silvio Monteiro, prestigiando os jovens malabaristas e assistindo tambem a Galhofa.

A todos os que puderam comparecer, muito obrigado. Aos que não puderam, há quem diga que perderam uma apresentação muito boa.

Em breve estarei/estaremos divulgando no blog da Galhofa e na Comunidade do Orkut o endereço dos videos no YouTube.

Abraços.

27 de jun de 2009

Menina & Mulher

Nem sempre compreendemos o porquê de nos apaixonarmos. E isso nem sempre é o mais importante.

Mas o mais empolgante e mais importante é a analise sobre a pessoa que está ao seu lado. Não estou falando de analise de caráter, mas sim de ver o que a pessoa realmente é.

Eu passei muito tempo para realmente deixar de olhar apenas para o meu [ridículo] umbigo e prestar atenção às pessoas que estão ao meu derredor. E depois que comecei a prestar atenção a isso, percebi que as pessoas nunca são unicamente o que querem deixar transparecer.

E eu descobri que uma das pessoas mais próximas a mim é na verdade uma baita mulher.

Mas você só percebeu isso agora, Rom?

Na verdade não. Mas sabe quando você começa realmente a observar a pessoa que está ao seu lado e percebe que não conhece realmente essa pessoa? Foi o que aconteceu. E tenho certeza que ela sente a mesma coisa. Mas depois de um tempo você observa que as coisas são completamente diferentes.

Hoje eu a vejo como uma menina-mulher.

Sabe aquele momento em que você encontra aquela pessoa que é muito importante, mas que não vê há tempos? E o que ela faz quando te vê? Corre na sua direção e se joga nos seus braços. Ela te olha como aquele maravilhoso olhar de afeição, de quem sentiu saudades e que não podia esperar o momento para te ver. Envolve-se em você, aperta suas costelas e se aninha nos seus braços de tal forma que parece que está buscando proteção contra algo invisível.

E logo depois, ela te observa como se você fosse o grande amor da vida dela. Vocês estão entre quatro paredes; completamente a sós e o mundo nunca pareceu mais perfeito. Novamente ela se aninha no seu peito, mas dessa vez não como se buscasse proteção simplesmente, mas busca sua alma, sua vida, seu calor e seu amor. Ela busca o seu corpo e o deseja.

E nesse momento, vejo que a menina torna-se uma mulher. Mas a mulher brinca com seus desejos e com a sua imaginação como uma menina.

A vida é feita desses momentos. E é bom o momento em que ocorrem.

21 de jun de 2009

O Sexo e a Mídia


O sexo e a pornografia caíram nas graças [e na boca] na mídia. Oh, novidade.

Isso foi comentado em um dos Podsecret's (se eu não estou enganado foi no nesse aqui), com os comentários da B. e o Admin. Secreto, nossos gurus quando o assunto é sexualidade.

Mas quando eu abro o jornal nesse domingo (único dia em que eu me atenho a ler jornais impressos) e ao abrir a "Revista O Globo", me deparei com a seguinte matéria "SEXO VERBAL". Foi ler o titulo que a minha curiosidade logo ficou a mil, porque até no domingo eu só passo os olhos no jornal tentando encontrar alguma coisa de interessante.

Na reportagem fala sobre um curso da UFF (Universidade Federal Fluminense) sobre Mídia e Pornografia, matéria optativa do curso de Estudos de Mídia da referida universidade.

E com isso comecei a perceber que realmente a sociedade está amadurecendo. Não sei se a sociedade como um todo, mas a grande massa dela (os jovens) com certeza está disposta a lutar para mudar a cara de uma sociedade hipócrita e démodé. Vemos a cada dia mais e mais jovens deixando de lado grandes tabus e lutando para se descobrirem como pessoas que compreendem suas necessidades como seres dotados de sentimentos e desejos.

De acordo com a reportagem, o curso teve uma grande aceitação, tanto que deixou vários candidatos na espera do próximo curso, que ocorrerá daqui a três semestres.

Se aquele que ler esse texto tiver a mente um pouco aberta, vai perceber que o sexo/sexualidade tem sido tema recorrente em varias áreas da mídia. Seja para vender perfumes, carros, roupas e até mesmo aparelho de uso domestico [e olha que estou falando em bens de consumo e não de "brinquedos"] e tem sido feito de forma descontraída. Isso tem sido muito bom para a atual sociedade e com certeza para a sociedade do futuro.

O mais divertido ao ler a matéria foi ver que entre os vídeos, filmes e afins que são assistidos durante as aulas/palestras foi o seriado gay "Queer as Folk" (Os Assumidos), uma contraparte [uma forma escrota de fazer um parâmetro entre os dois seriados] homossexual do famoso "Sexy in the City".

E é uma serie muito boa, seja você heterossexual ou homossexual. Até porque acredito que hoje em dia, muitas pessoas preferem ir a boates GLS, pelo menos esse é o meu caso.

20 de jun de 2009

Novidades a Pleno Vapor

Muito bem meu povo. Estou sumido, mas não estou parado. Até porque se acaso parar, vai enferrujar.

Estou preparando varias novidades e espero que vocês gostem. Uma delas é a possibilidade de começar a gravar alguns podcast's (seja com ajuda de outro site ou não) e publicá-los aqui.

Então até breve.

14 de jun de 2009

Sensual ou Sexual? Oh, duvida cruel


Como não tenho nada de muito interessante para postar, ainda mais que desde terça que não apareço na faculdade, local onde a minha imaginação flui com mais facilidade, resolvi escrever um conto para tentar aquecer as coisas nesse tempinho frio.

Espero que gostem.




Encontros e Desencontros


Paro o carro de frente para a loja de roupa e apenas espero; estou adiantado 5 minutos. A tensão e a impressão de que estava fazendo algo de errado faz com que o meu coração disparasse e assim aumentava a adrenalina e a excitação. No radio tocava Coldplay, Clocks para ser mais exato e essa musica, por mais sem sentido que pudesse ter me dava segurança para o plano que engendrara.

Ele a vê. Ela está exuberante; sua pele permeia seus mais perversos sonhos; aquela boca carnuda fazia com que sua libido alcance níveis antes desconhecidos e aquele par de pernas? Meu Deus, como eu queria estar mais próximo aquelas pernas e os segredos prazerosos que elas escondem semi-cobertas com uma saia leve que mexia com a minha imaginação.

Ela me vê e caminha na minha direção, acenando para que eu não saísse do carro. "Demorei muito" ela pergunta com um sorriso sacana nos lábios. "Não e essa espera só fez com que eu ficasse mais disposto" é o que eu respondo.

Ela senta no banco do carona e partimos dali sem um rumo certo, esse tinha sido o acordo. Eu preciso ter muita concentração para manter meus olhos na pista e não nas pernas da minha passageira, que insistia em cruzá-las, deixando a mostra aquela parte da perna que de forma normal nunca seria revelado. Inevitavelmente percebo que o meu "amigo" começa a criar um volume na minha calça muito maior do que eu poderia esconder.

Ela percebe e seus olhos brilham de felicidade; uma felicidade mordaz e sacana que faz com que eu fique com mais tesão ainda.

- O que você está pensando, hein seu safado?

- Nada demais; apenas aonde é que essas pernas poderiam me levar!

Ela sorri libertinamente e eu fico me sentindo mais idiota do que antes. Porem subitamente ela manda que eu vire em uma esquina aleatória, pelo menos para mim. Em frente a uma casa com aparência de abandonada, ela manda que eu pare o carro, o que eu prontamente faço.

- Um passeio à toa, você tinha dito seu sacana. E olha onde você me trouxe! Mas já que estamos aqui, vamos aproveitar o momento, certo?

- Hum. Se é para aproveitar, vamos aproveitar.

Eu me entrego a um beijo lascivo e excitante enquanto que ela me envolve com suas mãos macias. Sinto o aroma de seus cabelos, aquele odor doce, gostoso e aconchegante, e a textura cálida de sua pele sedosa. A maciez da sua boca me deixa embevecido e entorpecido, tanto que eu demoro a perceber que suas mãos buscavam o meu sexo com voracidade.

No momento em que ela consegue alcançá-lo, ela o faz com tamanha sexualidade e suavidade que sinto o meu corpo estremecer. Ela olha para o meu rosto tomando de prazer e sorri de forma maliciosa.

- Nossa, adorei ver essa carinha. Mas quero ver o que mais você faz.

E nesse momento ela começa a masturbar-me de forma deliciosa que faz com que eu não consiga refrear o ímpeto de gemer.

- Isso querido, assim que eu gosto de ver. E quero ver se consigo retirar mais alguns sons dessa sua boca gostosa.

Ela me beija de forma tão gostosa que me faz suspirar enquanto mantém a mão no ritmo constante, sua boca me faz pensar nas coisas mais obscenas, mas não tenho coragem de revelar.

Antes que eu pudesse esboçar qualquer reação pelo que acontecia, ela subitamente põem-se a chupar o meu sexo com tamanha vontade que por um instante esqueço que estou numa rua publica e solto um gemido de prazer que até mesmo para mim era desconhecido.

- Isso.. não pára..

Ao ouvir essas palavras ela simplesmente pára e com a mão segurando o meu sexo, olha para mim e diz:

- Implore e eu farei você ter uma sensação sem igual.

- Por favor, continue. Continue.

Ela mais uma vez abocanha o meu sexo e com a outra mão massageia o interstício entre o meu ânus e o meu membro.

Nunca tinha sentido tamanho tesão na minha vida e era tamanho que tudo mais simplesmente desapareceu da minha mente.

- Pare.. pare senão eu vou gozar.

Ao ouvir as minhas palavras, ela intensifica o movimento até que eu não consiga refrear o tesão; mas antes de eu gozar, ela tira a boca e observa atentamente o meu gozo.

- Nossa há quanto tempo você não se masturba? Mas quer saber? Gostei disso. Se você se comportar direitinho poderá virar o meu bichinho de estimação.

- Eu pensei que você só gostasse de mulheres?!

- E gosto, mas a verdade é que gosto de um pau, mas não gosto da pressão que os homens costumam fazer em mim. O que em você vai ser diferente, já que você não transa tanto mulheres, certo?

Eu fico envergonhado, mas confirmo.

- Viu? Vamos nos dar muito bem. Dois bissexuais juntos em prol de um bem comum: prazer.

E nisso ela sorri de forma sacana novamente.

12 de jun de 2009

Dia dos Namorados – Um dia divertido


Dia dos Namorados. Dia bonito e comercial. Sei que é ridículo da minha parte [e nem um pouco romântico], mas é verdade e todos sabem disso.

Mas não é por conta disso que deixamos de comemorar e curtir o dia com a pessoa que gostamos.

Um passeio romântico; um almoço/jantar preparado com todo o carinho; um encontro as escuras; um vinho gostoso. Tudo isso pode criar o clima propicio para um dia inesquecível.

Mas é em clima de romance que as coisas mais engraçadas acontecem. Fui até a farmácia mais próxima para comprar um material extremamente necessário para o dia, ate porque querendo ou não o dia, ainda mais chuvoso e frio como estava, pedia uma bebida que aquecesse os ânimos e elevasse a libido.

E foi nessa que eu passei na farmácia e comprei um tubo de lubrificante à base de água e preservativos. E qual foi a minha surpresa quando eu chego ao balcão e vejo que o relato que a B. fez há alguns dias é real.

Antigamente existia um tabu e um pudor sem medidas, tanto que mesmo pessoas há muito iniciadas tinha vergonha de entrar em uma loja e pedir preservativos.

Mas vou relatar a vocês o que realmente aconteceu e cada um poderá tirar a sua conclusão sobre o caso.

Cheguei ao balcão e uma atendente prontamente perguntou o que eu desejava. Informei que desejava um lubrificante à base de água, nisso ela fez cara de como se eu tivesse pedido uma Dipirona e normalmente disse: "Temos KY e Intra, qual o Sr. deseja?"

Sabe quando você espera uma reação e no fim das contas percebe que a reação foi contraria? Foi exatamente assim que me senti. A atendente quase que me disse as especificações de cada um dos lubrificantes e virou minha consultora de assuntos eróticos bem ali no balcão.

Não satisfeito me dirigi ao caixa e qual foi a minha surpresa quando ao chegar, a atendente do caixa ainda me indicou o melhor preservativo. Não resisti e comecei a rir.

Fico orgulhoso e feliz por ver que as pessoas estão abrindo a mente a cada dia e vendo que pessoas que comprar lubrificantes e preservativos não são simplesmente pessoas pervertidas ou taradas, mas na verdade pessoas que se preocupam consigo e com o parceiro.

Confesso que fiquei feliz em presenciar sobre isso, mesmo sabendo que depois vão comentar. Mas não me importo com o que falam sobre mim, estou mais preocupado em dar asas a imaginação erótica e ter liberdade sexual o suficiente.

Até porque hoje tem tudo para ser uma noite quente, mesmo que o tempo esteja frio.

Ouse, arrisque, brinque.

O sexo tem propriedades físicas e psicológicas muito boas. Mas isso tudo é apenas para dizer que sexo é muito bom e quanto mais se faz, mais se quer.

Uma boa noite do Dia dos Namorados e não se esqueçam: a noite está apenas começando.

11 de jun de 2009

Preconceito VS. Liberdade Sexual

Eu sou um fã de carteirinha, por assim dizer, do A Vida Secreta e fico embasbacado com a forma que eles expõem a sua opinião.

Realmente acho fantástico como eles fazem de forma tão irreverente que sentimos como se estivéssemos conversando com um amigo(a) na sala de estar de nossa casa. E isso, acredito ser um grande diferencial entre o AVS e outros sites que falam de sexo e sexualidade.

Mas não é apenas para dar aos parabéns que eu comecei esse post do "Aleatoriamente, Rom".

Há algum tempo atrás, a B. colocou um post sobre Inversão de Papeis e apesar de não ser a primeira vez que ela comentou sobre o assunto criou uma repercussão muito boa sobre isso. Eu não sou apenas um fã e mais um dos que comentam sobre os temas abordados; eu gosto de verificar sobre o que as pessoas falam sobre os temas relacionados a sexo.

Porem apesar de notar que as pessoas vêm tendo uma boa aceitação com relação aos desejos sexuais do próximo, mesmo quando dizem que é "opção de cada um" que é uma nítida forma de dizer que não está interessado, vemos que ainda existe muito preconceito com relação a isso.

Nós, homens, aprendemos desde pequenos a sermos "machos" e esse ensinamento é passado de geração em geração como uma herança inestimável. Eu já presenciei um familiar meu dizer ao filhinho de 2 anos que não podia deixar ninguém mexer ou se aproximar da bunda da criança.

Eu vi isso e fiquei abismado, pois a criança nem ao menos deveria entender o que se tratava.

Honestamente eu li e reli varias vezes sobre o post de Inversão de Papeis e não me envergonho de dizer que fiquei interessado no assunto. Uma coisa que sempre fiz foi analisar as coisas pelo ponto de vista médico e paciente.

Não é de hoje que sou sabedor (bem como várias pessoas) que a próstata é o Ponto G masculino e que a estimulação do mesmo pode ser muito prazerosa. Mas todo homem tem receio de ter sua próstata estimulada. Por que disso? Acredito que seja receio, puro e simples.

Massagem Prostática não quer dizer que o homem seja homossexual. É um erro pensar dessa forma. Os homens têm receio de gostarem e a companheira ficar duvidando da masculina do parceiro? Outro erro. E acredito que cometamos esses erros por medo do que a sociedade vai achar.

Desde que realmente pensei sobre o assunto, fiquei curioso sobre o caso e não consegui sossegar até chegar a uma conclusão. E posso afirmar que a conclusão foi muito satisfatória e que continuo a gostar do sexo feminino da mesma forma.

Se for por medo de julgamentos, tabus, então esconda as suas vontades no fundo do seu ser. Mas não renegue a própria sexualidade e libido.

Se o caso for receio do que a companheira vai achar, converse com ela seriamente, pois ninguem precisa esconder o que é, o que gosta ou o que lhe dá prazer.

Antes de mais nada, as preliminares


"O casal entra no quarto de motel e sem pensar duas vezes jogam os calçados num dos cantos e caiem na cama espaçosa que se encontrava ali.

Ele rapidamente começa a beijá-la e acariciar seu belo corpo, percorrendo cada cantinho daquela bela mulher com seus dedos e sua alma. Um momento completamente sinestésico, com contato etéreo e corpóreo.

Chega ao ponto mais sensível do corpo dela, a pequena área localizada entre os seus seios e ali começara a se deliciar com a carne morena e gostosa daquela a qual adorava chamar de “sua mulher” e ela a cada beijo, cada passada de barba recém-aparada, a cada caminhada delicada do dedo do seu amante, era uma experiência e um arfado diferente."

Preliminares. Alguns homens escutam isso e pensam “nossa, lá vou eu ficar maior tempo sem poder brincar realmente”.

Isso é apenas uma brincadeira, mas a verdade é que as preliminares alguma das vezes é considerado o terror dos homens. Alguns não sabem o quanto podem ir ou temem, enquanto que outros simplesmente não sabem como começar.

Mas da mesma forma que alguns homens vêem com maus olhos o fato de ter que construir aquele clima [tesão para os mais íntimos], algumas mulheres não curtem muito a situação.

O que? Você está louco?

Não, não estou. Realmente acontece de algumas mulheres não curtirem preliminares, dizendo que perdem o tesão.

Algumas pessoas vão querer me martirizar por isso, mas eu acho que cada um sente prazer da forma que mais lhe convém. Seja com praticas BDSM, seja com impropérios [palavrão mesmo] ou até mesmo no ato mais baunilha¹.

Mas a verdade é que assim como o Admin. Secreto, do A Vida Secreta, disse em um dos Podsecrets, “da mesma forma que no mundo inteiro não existe pessoas com a mesma íris, existem pessoas que sentem prazer de forma diferentes.

Mas independente da forma, do momento, do jeito e da pegada, devemos sempre lembrar que uma relação é feita por duas pessoas e de tal forma devemos respeitar e nos esforçar para entender como a outra pessoa pensa e sente prazer.

E você? Gosta mais como? Com ou sem preliminares?

¹Baunilha – termo usado para indicar sexo convencional. Pessoas que não estão envolvidas em BDSM


7 de jun de 2009

Minha vida é um eterno episodio de seriado


Hoje vou mudar um pouco o contexto, não vou falar sobre sexo. Até porque não é sempre que tenho a oportunidade de comentar sobre o que vou transcrever.

Chegou até as minhas mãos, o box da 1ª temporada de Friends [começa a tocar a musica tema].

Sempre existe uma galera que não tem a minima ideia do que estamos falando, mas para essas pessoas deixo apenas um conselho: assistam a Friends.

Há algum tempo eu estava pensando em escrever algo sobre isso e meio que por conta de um estalo, me veio a ideia de escrever sobre como a minha vida é um episódio de Friends.

Isso surgiu quando eu comecei a notar que sempre me encontro com alguns amigos (2 amigos e 3 mulheres) num mesmo local TODAS AS NOITES!!

Podem achar que é forçar a barra, mas sim, todas as noites encontro com esses 5 amigos num mesmo lugar e falamos sobre amores, trabalho, bobeiras e sexo.

Algo de familiar?

Algumas pessoas podem dizer que parece mais como Beverly Hills 90210 ou como O.C., mas eu prefiro Friends, até por conta das tiradas usadas e pelas referencias usadas por meus amigos e eu.
Que assim como em Friends, são baseadas no cotidiano de cada um de nós.

E você? Sua vida é como um grande episodio de que seriado?

3 de jun de 2009

RESSALVA!

No ultimo post eu cometi uma enorme gafe ortografica; coloque SEXY IN THE CITY (sexy na cidade) ao inves de SEX AND THE CITY (sexo e a cidade).

Peço de forma caridosa que me perdoem e peçam aos retaliadores com tochas e anchinhos que saiam da frente da minha casa.

Brincadeira.

Fica aqui a minha nota de desculpas. Na proxima vez, vou verificar corretamente o nome/whatever antes de escrever.