11 de out de 2010

A Arte de Barbear

Hoje eu tenho uma mensagem que pode parecer coisa de brucutu ou até mesmo daqueles homens no 'melhor' estilo MMA.

Há pouquissimo tempo eu decidi que estava na hora de revolucionar um quesito da minha vida como homem. Algumas vezes, voces (assim como eu) devem ficar com uma preguiça fudida danada de fazer a barba.
Nesse momento temos duas alternativas: deixar ela ficar agressiva  ou fazer a barba.



E é nesse ponto que a nossa dança começa.

Nos dias de hoje existem N formas de fazermos a barba. Podemos comprar o famoso Mach3 da Gillete que promete um barbear mais rente, mesmo que o comercial mostre um cara com um rosto recem barbeado a laser, depilação ou até mesmo colocam um cara que nem barba tem.



Nós, os cuecas de hoje em dia, temos como base para beleza, querendo ou não, muitas revistas e situações. Homem e boa aparencia é mais para aquela cara lisa como bunda de bebê.

Eu mesmo por um longo tempo pensei assim e tentei varias coisas. Depilar o rosto, seja na cera quente ou na fria, foi uma tortura maior do que a pior tortura medieval. Mach3? Fica até legalzinho, mas a pele depois fica uma cagada terrivel, aspera como um muro chapiscado.

E as coisas começaram a ficar críticas. Comecei a simplesmente deixar a barba crescer e fui me aproximando cada vez mais de um neandertal. E nesse momento decidi tomar uma atitude (depois tambem da minha noiva dizer que ia arrancar aquilo na faca!) e ver uma melhor forma pra manter uma certa aparencia.

Decidi aparar a barba. Mas o grande problema em se aparar a barba simplesmente é que voce acaba por deixar falhado ou mal aparado. E apesar dos pesares não queria voltar a depilar ou usar o tal prestobarba.

E pensei: o que os meus avós usavam para fazer a barba antigamente? Navalhete.
Nisso, fui a uma loja especializada em artigos de cabeleireiros e comprei um navalhete e giletes. Comprei um creme de barbear e pós-barba.



E sabe qual o resultado? Nunca me senti tão bem.
O barbear é rente e afiado como um laser ou o tridente do capeta, mas em compensação voce não tem problemas de inflamação e afins. Obviamente que tem que haver um cuidado redobrado para não ter a garganta fatiada e ficar estribuchando no chão, mas o melhor de tudo é que alem de ser melhor para a pele, ainda é um otimo exercicio de paciência.