2 de fev de 2012

Somos nerd's, mas temos desejos


Quem é nerd sabe o sofrimento que passou durante a adolescência. Nós éramos menosprezados e todas as vezes que uma garota da classe vinha falar com a gente, apenas duas alternativas existiam:

- a garota feinha e que você não gostava, até porque somos nerd’s e não cegos
- a garota linda da classe, mas que queria apenas ajuda na matéria da prova

Éramos alvos de chacota e zuações exacerbadas do restante da classe e algumas vezes até mesmo dos professores. Por conta disso as únicas companhias que tínhamos durante o recreio eram de outros nerd’s ou de livros/revistas/afins.

Os Nerd's de antigamente
Dessa forma a noção sobre o universo fora dos limites dos nossos umbigos, que é predominante na época de escola nos surgiu muito mais cedo do que o resto dos nossos colegas.

Enquanto as meninas da classe olhavam para aquele mauricinho bom de futebol, a galera nerd se aprofundava em observar o mundo e seus habitantes.

Na minha época de colégio, o acesso a pornografia era mais difícil do que hoje em dia. Hoje em dia com qualquer cinco minutos no Google você encontra exatamente o que deseja em termo de pornografia. E com certeza o melhor amigo de um nerd atualmente é a internet.

Pauley Perrette, a Abby de NCIS, é nerd e linda
Onde mais você encontraria aqueles vídeos perdidos da época da pornochanchada do Cinema Brasileiro? Onde você encontraria algumas raridades como o filme soft porn da Xuxa?

Mas os nerd’s que hoje são senhores nerd’s não tiveram tantas facilidades assim. Já se foi a época em que 40% dos HD’s eram preenchidos com imagens de mulheres nuas, passados de mão em mão em disquetes de 3”½ como se fosse parte do Santo Graal.

E a verdade é que hoje em dia é mais fácil ser nerd do que antigamente, até porque existem diversas revistas sobre os mais diversos assuntos que na década de 90 não eram comuns assim. E se você não quiser comprar uma revista, sempre tem como buscar o assunto na internet. E é até descolado ser nerd hoje em dia.

Que tipo de Nerd voce é?
E como na maioria das vezes, nerds (os clássicos) tem pouco contato físico íntimo, se tornam mestres em encontrar sites pornográficos. E não pensem que buscam as fotografias que tanto fizeram sucesso na adolescência dos anos 90. Até porque se contentar com imagens estáticas quando podem encontrar filmes com as mais variadas posições dignas de Kama Sutra?